Assista “Salvo Conduto”, documentário que mostra a luta de famílias que fazem uso de maconha medicinal no Brasil

Com algumas folhas de papel em punho, óculos apoiados no nariz, o desembargador do Distrito Federal, George Lopes Leite, começa a ler parte de sua decisão sobre um pedido de habeas corpus, que permitiu a Neila Medeiros cultivar maconha em casa para o tratamento das crises epiléticas de sua filha de 17 anos, decorrentes da Síndrome de Silver-Russel.

“Uma mãe que assiste a 90 convulsões diárias da filha adolescente com 17 anos, não sabe o que é paciência. Uma mãe dessas não lida com os procedimentos estatais, burocráticos ou com meias soluções. Enxerga apenas uma única medida, que funcione de fato, que é natural, que já é admidita em outros países e que está dentro de seu poder de ação.”

Assim começa o documentário Salvo Conduto, dirigido por Fernanda Carvalho, que conta a história de cinco famílias que precisam cultivar a cannabis como tratamento para doenças graves. O curta de 30 minutos, disponível na íntegra no Youtube, mostra a saga enfrentada por pacientes para conseguir o medicamento, normalmente caro e inacessível para a maiora da população.

 

Co-fundador e editor do Urbanaque.com.br e Birrinhas.com

Be first to comment