Cervejarias se unem para produzir rótulo em homenagem à vira-lata Manchinha

No dia 30 de novembro de 2018, a cachorra vira-lata Manchinha, que vivia tranquilamente nos arredores de uma jola da rede do supermercado Carrefour, em Osasco, na Grande São Paulo, foi covardemente envenenada e espancada por um funcionário. Mesmo após ser resgatada por ativistas, Manchinha não resistiu e acabou falecendo.

Além da revolta, o caso gerou enorme comoção. Ativistas, artistas, ilutradores, músicos, todos de alguma forma usaram seus ofícios para, de alguma forma, prestar homenagem à Manchinha. Mas uma ilustração em especial sintetizou de forma certeira o sentimento coletivo. De patinhas cruzadas, olhar tranquilo e auréola de anjo na cabeça, o desenho de Geralf, ilustrador e tatuador de Belo Horizonte (MG) se espalhou pelas redes sociais e acabou acertando em cheio o o coração do engenheiro civil e consumidor voraz de cervejas especiais Hugo Rocha.

Inspirado por um movimento feito pela cerveja californiana Sierra Nevada, que convocou todas as cervejarias americanas a produzirem uma IPA chamada Resilience e doar os lucros para as vítimas do enorme incêndio que atingiu a região, em 2018, Hugo fez um texto em seu perfil no Facebook convidando os cervejeiros a comprar a ideia de fazer uma cerveja em homenagem a Manchinha e doar todo o lucro para instituições e ONGs de proteção animal.

Hugo Rocha, idealizador do projeto em homenagem à Manchinha, com duas de suas gatas.

“Um dia estava acordado de madrugada com essa história martelando na cabeça e resolvi fazer um textão e postar no Facebook, convidando os cervejeiros com quem eu tenho um pouco mais de intimidade a comprar a ideia. Confesso que fiz isso com um pouco de receio de não dar em nada. Mas quando acordei o post já tinha bombado, muitos cervejeiros aceitaram de imediato, muitas pessoas elogiaram muito a iniciativa e aí eu percebi que tinha dado certo e não tinha mais volta”, diz Hugo.

Após o convite,  43 cervejarias de 10 estados e 2 países (até o momento) toparam participar do projeto. A princípio, cada cervejaria irá fazer a sua receita, mas há algumas que estão se articulando para fazer cervejas colaborativas. Hugo explica que por questões de logística “não seria viável fazer uma única colaborativa. Ao mesmo tempo, quanto mais cervejas diferentes no mercado, mas as pessoas tendem a comprar e mais dinheiro será arrecadado.”

Batemos um papo com Hugo, que explica melhor este brilhante projeto. Ah, quem tiver interesse em participar, manda mensagem para ele no Facebook.

Em seu post no Facebook você explica a sua motivação para o projeto, mas como foi que ele realmente tomou forma? 

Quando eu vi a ilustração feita pelo Geralf, que é um ilustrador e tatuador de BH, meus olhos se encheram d´água, de verdade. Ele representou a Manchinha como um anjo e não por acaso a imagem viralizou e tocou muitas outras pessoas.

Eu pensei até em tatuar aquela imagem, mas achei que não seria justo com as minhas 3 gatas, pois não tenho elas tatuadas. Aí, como eu sou um consumidor voraz de cervejas especiais e conheço muita gente do meio, propus ao pessoal da Cervejaria Augustinus a fazer uma cerveja pra ela. Porém, fiquei com receio disso soar oportunista.

Foi então que me veio a ideia de estender o convite a outras cervejarias, porém, com o objetivo de arrecadação de fundos pra instituições de proteção animal, independente de serem de cachorros, gatos, tamanduás ou iguanas.

A inspiração veio de um movimento feito pela Sierra Nevada, que convocou todas as cervejarias americanas a produzirem uma IPA chamada Resilience e doar os lucros para as vítimas de um incêndio enorme que atingiu a Califórnia no último novembro. Mais de 1000 cervejarias estão participando.

Um dia estava acordado de madrugada com essa história martelando na cabeça e resolvi fazer um textão e postar no Facebook, convidando os cervejeiros com quem eu tenho um pouco mais de intimidade a comprar a ideia. Confesso que fiz isso com um pouco de receio de não dar em nada. Mas quando acordei o post já tinha bombado, muitos cervejeiros aceitaram de imediato, muitas pessoas elogiaram muito a iniciativa e aí eu percebi que tinha dado certo e não tinha mais volta.

Quantos animais de estimação você tem na sua casa?

Tenho 3 gatas, que são tudo pra mim. Só não tenho mais por limitação de espaço

Quantas cervejarias toparam participar até agora?

Até o momento que estou respondendo vocês, 43 cervejarias de 10 estados e 2 países diferentes aceitaram o convite:5 5 Elementos Cervejaria (CE)
Cervejaria Oktos (GO)
Cervejaria 3 Orelhas (MG)
Cervejaria Octopus (MG)
Koala San Brew (MG)
Cervejaria Bionda (MT)
Cervejaria Estrada (PE)
Navegantes Cervejaria (PE)
Cervejaria Lobos (PR)
O Motim (RJ)
Quatro Graus (RJ)
Three Monkeys (RJ)
Perro Libre (RS)
Salvador Brewing (RS)
Taberna MF (RS)
Tupiniquim (RS)
Faroeste Beer (SC)
Locomotive Cerveja Artesanal (SC)
BR Brew Cervejaria (SP)
Cervejaria Augustinus (SP)
Croma Beer Company (SP)
Cervejaria Bier Nards (SP)
Cervejaria Dádiva (SP)
Cervejaria Dogma (SP)
Cervejaria Escaravelho (SP)
Cervejaria EverBrew (SP)
Cervejaria Heroica (SP)
Cervejaria Minnesota (SP)
Cervejaria Molinarius (SP)
Cervejaria Murano (SP)
Cervejaria Nacional (SP)
Cervejaria Satélite (SP)
Cervejaria Tria (SP)
Cervejaria Tribal (SP)
Cervejaria Urbana (SP)
Cervejaria Zev (SP)
Cia. de Brassagem Brasil (SP)
Dutra Beer (SP)
Infected Brewing (SP)
Mathias Cia. Cervejeira (SP)
Trilha Cervejaria (SP)
Cervejaria Synergy (SP)
Gallas Cerveja (Portugal)

Mas certamente ainda entrarão outras.

Existe uma previsão para estas cervejas serem lançadas?

Os detalhes de cronograma e produção ainda estão sendo discutidos, pois o projeto está bem no começo. Porém, acredito que dentro de 2 meses já teremos os primeiros lançamentos.

Qual foi a reação das cervejarias quando você mostrou o projeto?

A aceitação foi muito boa. De início convidei cerca de 20 cervejarias, que eram as que eu julgava ter alguma liberdade pra fazer esse convite, e de imediato umas 10 aceitaram. Nos dias seguintes outras foram aceitando, até que chegou nas 20 que eu previ inicialmente. Hoje já estamos em 43cervejarias, conforme mencionei acima.

Estão pensando em algum evento de lançamento?

Sim, certamente haverá um evento. Os detalhes ainda serão definidos, mas provavelmente será feito em conjunto com algumas instituições a serem beneficiadas e combinado com feiras de adoção e coisas do tipo.

Quem não tem cervejaria, como pode participar?

Essa é uma pergunta que muita gente tem feito. Eu sempre digo que toda participação é muito bem-vinda.

A divulgação é algo importante e que todos podem fazer. Muita gente tem feito reposts da publicação e isso tem gerado um envolvimento bacana. Por exemplo, por causa de um repost da Cervejaria EverBrew o assunto alastrou e muitas outras pessoas fizeram outros reposts, inclusive o Marcelo Médici, que é um ator bastante conhecido. Hoje a Cervejaria Dogma também fez um repost, que também ajudou muito.

Na verdade já há pessoas e empresas que não são cervejarias participando:

A Franck’s Ultra Coffee, que é de Curitiba e produz cafés fermentados e maturados em barris de destilados, se prontificou a doar café se alguma cervejaria quiser usar em sua receita.

O Empório do Malte, bar de cervejas especiais de Osasco, se comprometeu a doar o valor integral da venda a alguma instituição.

O Volátil Bar, que fica em Pompeia, em São Paulo, e é voltado pra cervejas especiais e drinks, vai ajudar de alguma forma que ainda vamos definir.

Idem com relação ao Armazém 77, que é um bar de cervejas especiais que fica na Penha, em São Paulo, a Ropper Beer Store, tap house com unidades em Limeira e Piracicaba, e o Empório São Francisco, que também fica em Osasco.

O Empório Confrades Beer, que é uma distribuidora de Goiânia e trabalha com muitas das cervejarias participantes, vai organizar um evento naquela cidade.

A Go Tube, que produz drinks mistos que são servidos em tubos recicláveis, vai tentar produzir algumas embalagens com a imagem da Manchinha e reverter os lucros ao projeto.

A MCM Logística, que trabalha com distribuição e transporte de cervejas, vai ajudar de alguma forma que ainda vamos definir.

 

Co-fundador e editor do Urbanaque.com.br e Birrinhas.com

Be first to comment