Em busca da Copa perfeita, parte I: Três lugares para esquecer a Vila Madalena

Chamar a algazarra que tem tomado conta do encontro das ruas Aspicuelta com Fradique Coutinho de inferno é ofender o habitat do tinhoso. A encruzilhada que reúne milhares de pessoas desde o início da Copa do Mundo é tão detestável que nem despacho tem coragem de aparecer por ali.

Por isso, siga nosso conselho: esqueça a Vila Madalena. Esqueça de tentar ir lá ver a festa dos gringos,  e esqueça também de ficar achando motivos para encontrar defeitos nesta região que virou caos total, capaz de espantar até mesmo os gringos.

Se você quer aproveitar de verdade para fazer a festa junto com as torcidas dos países que estão participando da Copa do Mundo do Brasil, se prepare para bater muita perna e vasculhar os restaurantes e botecos da cidade de São Paulo.

Desde os primeiros jogos do torneio, optei por encarar o desafio de ir atrás das torcidas e aqui vão algumas dicas de onde assistir os jogos. Vamos tentar seguir com esta missão, mas até agora a empreitada se mostrou muito mais divertida e gratificante do que encarar a micareta de um mês da “Vila Madá”.

1 – El Guatón

O tradicional restaurante chileno ali na Rua Arthur de Azevedo, 906, em Pinheiros, com certeza foi o mais divertido e animado até agora. Senhor Guatón, dono do lugar e de uma cara fechada, era só sorrisos durante os dois primeiros jogos. E o próprio tem puxado o coro da torcida chilena a cada gol de sua seleção. Sem contar que a cerveja está sempre gelada, a torcida animada e as humitas e empanadas sempre bem temperadas.

2 – K’Pop Chiken

A franquia de frango frito coreana ali da Rua Loefgreen, 1278, foi a surpresa da Copa. Depois de ver o amargo empate da seleção brasileira lá na Cervejaria Nacional, a volta pra casa pedia algo para forrar o estômago e o jeito foi entrar pela primeira vez e experimentar as suculentas e gordas porções de frango frito da casa. E não é que no segundo andar estava uma animada torcida coreana? Não sei se foi obra do destino, mas o frango do goleiro russo saiu na TV dali. 😛

3 – Casa do Pastel em Itaquera

Sabe aquele pessoal com plaquinha na mão em busca de um ingresso para o jogo entre Inglaterra e Uruguai? Então, eu era um desses. A tentativa frustrada de conseguir um ingresso na porta do estádio foi recompensada pela Casa do Pastel, ali na rua Dr. Campos Moura, bem na saída do metrô Artur Alvim.
Pastel crocante e cerveja a preços justos e o local lotado de torcedores da Inglaterra e Uruguai, que também ficaram sem ingresso e transformaram o local numa filial do Itaquerão. O Uruguai se deu bem, mas a torcida inglesa estava mais animada.

Nossas próximas missões: encontrar a torcida colombiana (que está se reunindo ali no Sabores de Mi Terra, na Rua Lisboa, em frente ao Instituto Goethe), a torcida mexicana (que estão se concentrando no El Mariachi, na rua dos Pinheiros), a torcida da Croácia (que fechou um bar só para eles ali na Barão de Itapetininga, no centro) e tentar ver outro jogo com a torcida japonesa, que está tentando animar sua sofrível seleção ali no Izakaya Kazu, na rua Tomaz de Alvarenga, na Liberdade.

Tem alguma dica? Deixa aí nos comentários 🙂

Co-fundador e editor do Urbanaque.com.br e Birrinhas.com

Be first to comment