ENTREVISTA: New Young Pony Club pretende compor músicas novas no Brasil

A partir desta quinta-feira (16) a banda inglesa New Young Pony Club inicia uma curta turnê pelo Brasil na casa noturna Beco 203, em São Paulo. O grupo, que apareceu na mesma onda new rave de Klaxons e CSS, também passará por Porto Alegre, na sexta (17), no Beco.

Formado em 2005, o NYPC é formado por Tahita Bulmer (vocal), Andy Spencer (guitarrista), Lou Hayter (teclados) e Sarah Jones (bateria). Eles possuem dois discos, Fantastic Playrrom (2007) e The Optmist (2010), e já estão trabalhando no terceiro, que deverá contar com composições nascidas aqui no Brasil.

O Urbanaque conversou por email com a banda, que não vê a hora de desembarcar por aqui e conquistar os brasileiros. Confira:

Urbanaque – Essa é a primeira vez de vocês no Brasil. Quais são suas expectativas pelas apresentações em São Paulo e Porto Alegre?
NYPC – O Brasil é muito conhecido por seu povo vibrante e sua cultura incrível, então torcemos para que o público esteja animado, já que finalmente conseguimos vir ao Brasil para tocar. E que esteja afim de curtir nossa música. Essa é nossa primeira visita ao Brasil, mas já queríamos ter ido para a América do Sul antes. Estamos muito felizes de termos sido convidados.

O que vocês conhecem sobre o Brasil?
Sabemos que o Brasil é cheio de músicos muito talentosos e de uma beleza estonteante. Sabemos que a cultura e a história daí são variadas e inspiradoras, que já passou por dificuldades políticas no passado, mas que sempre se mostrou para o mundo como um lugar mágico, cheio de diversidade, cores e animação. Achamos que é assim que o mundo vê o Brasil, mágico. Esperamos que essa mágica pegue na gente, já que estamos trabalhando em um novo disco.

O que os brasileiros podem esperar de um show do NYPC?
Nossos shows sempre são excitantes. Amos nos apresentar. É ótimo agora porque temos músicas de dois discos para tocar, então realmente sentimos que estamos levando nossos fãs para um jornada que vai da alegria até a introspecção. Eles podem vir esperando dançar muito, mas também serem tocados. Torcemos por isso.

Já estão trabalhando em um novo álbum?
Estamos trabalhando no terceiro disco e nos sentimos muito inspirados neste momento. Estamos compondo bem rápido por conta disso. Andy fica no estúdio o tempo todo! Esperamos que o novo disco seja lançado no começo de 2012. Ele já está com uma sonoridade diferente de The Optimist e Fantastic Playroom, mas esperamos colocar elementos que amamos nesses dois primeiros álbuns nesse novo som.

Vocês estiveram recentemente em turnê com a Katy Perry. Como é abrir shows para uma artista como ela?
É muito divertido se apresentar para um grande público. Esperamos ter conquistado alguns fãs novos e definitivamente nos divertimos muito. A equipe técnica dela foi muito amigável e receptiva conosco. Katy mesmo foi muito graciosa e conversou bastante com a gente. Com certeza se nos cruzarmos novamente ela irá dar oi pra gente.

Quais artistas brasileiros vocês conhecem?
Obviamente o CSS, ja que fizemos uma turnê com eles. Amamos a música brasileira. Desde coisas do começo da Bossa Nova como discos de João Gilberto e jazz dos anos 50/60, até bandas de rock como Os Mutantes e As Mercenárias. Também ouvimos muito funk carioca nos últimos anos, temos um respeito imenso pela música e artistas brasileiros. Posso afirmar com certeza que nos influenciam de alguma forma. Adoramos tocar artistas brasileiros como Joyce Muniz e Edu K em nossas discotecagens. As coletâneas de funk da Man Recordings nos apresentaram ótimas músicas e estamos na expectativa de receber dicas de música brasileira quando chegarmos no Brasil.

Quanto tempo vocês vão ficar no Brasil? Pretendem fazer um pouco de turismo por aqui?
Adoraríamos passar mais tempo no Brasil fazendo passeios turísticos, visitando praias maravilhosas, mas não teremos tempo para ver nada. Nós basicamente vamos voar de uma cidade para outra, vamos tocar e embarcar para o outro show. Tomara que os produtores e os fãs fiquem felizes com nossa passagem por aqui e nos queiram de volta, para que possamos conhecer melhor o Brasil.

[TEXTO Bruno Dias FOTO Divulgação]

Be first to comment